Por Ana Guerra | 01/06/2020
Tags:

MILTON KURTZ EM EXPOSIÇÃO ONLINE E PRESENCIAL NA GALERIA PAULO CAPELARI

Em sinal de reconhecimento a um dos nomes mais expressivos da arte contemporânea, a Galeria de Arte Paulo Capelari (Cel. Bordini, 665), inaugura exposição virtual no próximo dia 04 de junho, quinta-feira, às 10h, em homenagem a Milton Kurtz (in memoriam). A mostra pode ser visitada no endereço: galeriavirtualpaulocapelari.com, e também presencialmente. Arquiteto e artista, Milton Kurtz desenvolveu sua técnica voltada para o desenho, essencialmente, com fortes referências oriundas da mídia de massa. Teve ativa participação em movimentos que promoveram um debate e uma efervescência cultural no Rio Grande do Sul, no final da década de 70 e início dos anos 80.

Fortemente influenciada pela indústria cinematográfica, pela publicidade, quadrinhos, cinema e televisão, Milton Kurtz compôs uma narrativa pessoal e imagética calcada no cotidiano, fato que o aproxima do espírito característico da Pop Art, com sua carga provocadora, irônica e contestadora. Sua obra apresenta forte viés erótico, explorando questões do corpo e apresentando ambiguidades e dualidades ligadas tanto à bidimensionalidade quanto às questões de gênero

A exposição tem curadoria do leiloeiro Daniel Chaieb e do galerista Paulo Capelari e reúne 31 obras, entre desenhos e pinturas de Milton Kurtz produzidas entre 1978 e 1989. Devido às medidas de prevenção ao Covid-19 (novo Coronavírus) e para evitar aglomeração, será permitida a entrada de quatro pessoas por vez. A exposição permanece aberta até o dia 20 de junho. A visitação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 13h. A entrada é franca.

Sobre Milton Kurtz

Milton Kurtz (Santa Maria/1951 - Porto Alegre/1996) foi pintor, desenhista e artista intermídia. Graduou-se em Arquitetura pela Ufrgs, em 1977. Realizou sua primeira exposição na Galeria Tina Presser, em Porto Alegre, em 1983. Fez parte do Grupo KVHR, entre 1978 e 1980, e do Espaço No - Centro Alternativo de Cultura, de 79 a 82. Faz sua primeira exposição individual em 1983, na Galeria Tina Presser, em Porto Alegre. Sua obra versátil e plural percorreu o Brasil, além de Cuba, Estados Unidos e Uruguai. Entre 1978 e 1993, participou de cerca de 40 exposições no Brasil. Postumamente, foi homenageado com as seguintes exposições: A Arte Contemporânea da Gravura (1997), no Museu Metropolitano de Arte de Curitiba, em Curitiba-PR; Figura na Pintura: Acervo Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, no Museu de Arte Contemporânea (2000), em Porto Alegre-RS, e O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, no Itaú Cultural (2005), em São Paulo-SP.

Segundo José Francisco Alves, Doutor em História da Arte, "Milton Kurtz foi um dos principais expoentes de uma brilhante geração de artistas que surgiu no cenário gaúcho na década de 1970", afirma. "Infelizmente, Milton faleceu precocemente, aos 45 anos, em 1996. Sua obra prevalente foi em desenho e pintura, com a característica marcante do que mais lhe interessou, a linguagem Pop. Surgida nos EUA e Inglaterra na segunda metade dos anos 1950, a Pop art [Arte Popular], a partir de influências de vanguardas anteriores como o movimento Dada, voltou-se principalmente à confrontação com a realidade cotidiana e seus objetos banais de consumo, a indústria recreativa e a propaganda, elevando-os à condição de obra de arte. Desde então, assume-se não mais como um "movimento", mas incorporou-se nos procedimentos de artistas de todo o mundo como uma verdadeira linguagem, tal qual as vanguardas dos 1950-60?s trouxeram para sempre para a arte outras características, tais como minimalistas e conceituais, a somarem-se como condições intrínsecas da arte contemporânea?, analisa.

SERVIÇO:

O Quê: Abertura da exposição de desenhos e pinturas de Milton Kurtz

Onde: galeriavirtualpaulocapelari.com, e também presencialmente na Rua Cel. Bordini, 665) bairro Auxiliadora, em Porto Alegre-RS.

Quando: Abertura dia 04 de maio. Visitação de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e sábado das 10h às 13h.

Quanto: Entrada franca

Maiores informações: (51) 3061.6768 - www.paulocapelari.com