Por Ana Guerra | 09/03/2020
Tags:

MONÓLOGO "PAREM DE FALAR MAL DA ROTINA" TEM APRESENTAÇÕES NO THEATRO SÃO PEDRO

Em comemoração aos 17 anos em cartaz e com milhões de espectadores, o espetáculo Parem de falar mal da rotina chega ao Theatro São Pedro, em Porto Alegre. As apresentações ocorrem nos dias 21 e 22 de março próximo, sexta (21h) e sábado (18).

Porto Alegre Airport apresenta o monólogo apresentado pela poetisa, jornalista e escritora capixaba Elisa Lucinda, em tom de conversa informal, traz 56 personagens expressando os sentimentos mais simples do cotidiano. A atriz mistura o amor, a dor, o óbvio, com as histórias vividas e ouvidas por ela, além de poemas retirados de três dos seus livros: O semelhante (1995), Eu te amo e suas estreias (1999) e A fúria da beleza (2006).

O espetáculo interativo propõe uma divertida reflexão e utiliza versos e conversas despojadas sobre a rotina, uma espécie de espelho capaz de projetar mil possibilidades, provocando verdadeiras transformações nas relações humanas. - A peça nasceu das inúmeras lições que a natureza nos ensina todo dia. A grande lição é a capacidade de estreia que faz tudo na natureza acontecer de forma espetacular, di-a-ri-a-men-te: o nascer do sol, o pôr do mesmo sol, o céu, a chuva, as estrelas, os ventos e as tardes. A natureza ensina a toda gente, mas, às vezes, alunos distraídos que somos, não vemos o lindo óbvio que ela nos oferece e as dicas que ela pode nos dar na condução do nosso cotidiano, diz a atriz.

- Diretora de si mesma, Elisa Lucinda dá voz a temas cotidianos como amor, cuidados com a família e stress no trabalho. Seu carisma e astral em cena contornam a pegada autoajuda do texto. Dirceu Alver Jr. - Crítico teatral da Veja São Paulo.

A plateia é conduzida a perceber que "a rotina" é uma ideia fictícia, e que os sujeitos têm em si o poder da mudança, como protagonistas das suas próprias vidas. Nesses 17 anos, a peça já realizou temporadas em várias cidades brasileiras e na Europa

Elisa Lucinda - É atriz, poeta, jornalista, professora, cantora e uma das autoras que mais vendem no Brasil. Seus livros percorrem o País sendo lidos, interpretados, encenados, enquanto seu nome figura dando títulos a bibliotecas e outros espaços de leitura. Elisa possui dezessete livros publicados. A Coleção de livros infanto-juvenis Amigo Oculto rendeu, em 2002, o Prêmio Altamente Recomendável (FNLIJ) por A menina transparente. Versos de Liberdade, que ensina a palavra poética aos jovens que cumprem medidas, é um dos projetos que a sua instituição Casa Poema desenvolve, entre cursos de Poesia Falada para todos. Seu primeiro romance Fernando Pessoa, O Cavaleiro de Nada, uma autobiografia do poeta, foi finalista no Prêmio São Paulo de Literatura 2015. Em maio deste ano, Elisa lançou o Livro do avesso, o pensamento de Edite pela editora Malê.

Sinopse sugerida: A peça une histórias vividas e ouvidas por Elisa, como observadora do cotidiano, além dos poemas retirados dos livros "O Semelhante" e "Eu te amo e suas estreias". O resultado são 56 personagens que ela interpreta em elogios à rotina, nos obrigando a observarmo-nos de fora, o que nos ajuda a perceber que "a rotina" é um personagem fictício que criamos, na verdade é que NóS temos o poder da mudança, nós somos os diretores, atores e produtores das nossas próprias vidas.

Apresentação: Porto Alegre Airport

Realização: Mezanino Produções

Serviço

Parem de falar mal da rotina

Dias 21 e 22 de março de 2020, sábado (21h) e domingo (18h)

Theatro São Pedro

Ingressos:

Plateia: R$ 80,00

Cadeira Extra: R$ 80,00

Camarote Central: R$ 70,00

Camarote Lateral : R$ 60,00

Galeria: R$ 40,00

Classificação: 12 anos | Duração: 150 minutos | Gênero: Comédia

FOTO: Guga Melgar